quinta-feira, 2 de julho de 2015

A ORIGEM DO CHÁ...

 O Oriente sempre foi próspero em especiarias.  Acredita-se que as folhas dos chás inicialmente vinham da China.  A própria história chinesa comprova isso. Existe até uma lenda envolvendo o Imperador Shen Nung (aprox. 2800 a.C.), que ferveu água quente para beber ou destilá-la (com o intuito de evitar doenças) sob uma árvore e não percebeu que folhas caiam dentro do recipiente com água.  Ao perceber o aroma e a mudança de cor no líquido, resolveu por bem tomá-lo.  Uma explicação simplificada e plausível para aproximadamente 5.000 anos atrás. Nada comprova esta lenda. 
Uma coisa é certa: o que conhecemos hoje como sendo “chá”, passou por séculos de buscas e tentativas.  Neste caminho, muita gente deve ter morrido envenenada tentando encontrar algo de sabor inovador com as folhas.



O Japão vem logo em seguida como sendo o principal responsável pela apreciação e divulgação do chá através dos séculos e com sua tradicional cerimônia. 
 Holandeses e portugueses levaram o chá para a Europa por volta do século XVI.
É comum vermos em filmes onde existem ingleses a tradicional pausa para o chá das cinco.  Se pudessem, eles parariam o país para este momento.  O chá passou a fazer parte da vida cotidiana inglesa a partir do Século XIX, portanto não faz tanto tempo assim.




No Japão, o chá passou a fazer parte dos rituais religiosos (Zen Budista) e também basicamente faz parte da cultura através da cerimônia do chá.
As famílias chinesas ainda hoje tomam tradicionalmente o chá após o jantar.  Os russos o fazem da mesma forma, após a ceia.  Diz-se na Ásia que

"o chá é uma bala mágica que mantém unida a família"

Os chás já foram considerados originalmente como uma medicina por estudantes chineses.





Nenhum comentário:

Postar um comentário